Quarto (2015)

06 abril 2016


Joy foi raptada quando tinha 17 anos pelo "Velho Nick" e, fruto deste rapto, nasceu o Jack. Entretanto, passados sete anos, ela permanece no barracão que intitula de "Quarto" com o filho que celebra o seu quinto aniversário. Para ele, tudo o que é real no mundo está dentro daquelas quatro paredes e as pessoas, as paisagens e os objetos que vão passando na pequena televisão que têm na sua posse não passam de pura imaginação. E Joy faz de tudo para que seja, efetivamente, essa a sua realidade. No entanto, farta de todo aquele pesadelo, engendra um plano com o intuito de libertar o filho daquele lugar e com a esperança de que consigam libertá-la também. 

É difícil ver este filme e não nos sentirmos gratos por tudo o que nos rodeia. Somos livres, temos pessoas que gostam de nós ao nosso lado e partilhamos um mundo gigantesco e diversificado. Se me consigo imaginar na posição da Joy? Nem por sombras. É daquelas coisas que me deixam arrepiada só de pensar. Mas este filme retrata na perfeição o misto de sentimentos que advêm de uma situação traumática como esta porque esquecer não é, de todo, uma tarefa fácil. Mais uma vez, fico com a certeza de que o conforto e o amor da família são os ingredientes mais importantes nas etapas mais trémulas da vida. 

3 comentários:

  1. Eu adorei tanto este filme! É sem dúvida um dos meus favoritos dos últimos tempos! :)

    http://theeyesofamermaid.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Gostei do tema, já tinha visto melhores sobre isto, não achei a atuação do miúdo nada de muito especial...

    ResponderEliminar
  3. Parece-me um filme bastante forte...

    ResponderEliminar

Anywhere © 2017
Design: Hello Manhattan