Das mudanças boas

29 janeiro 2017


Aprecio muito a serenidade que eu me dou a mim própria. Não estou a ser convencida, tive de trabalhar muito para isso. Ninguém que tenha uma baixa auto-estima, medos e pensamentos negativos aprende a olhar para si de forma diferente de um dia para o outro. Não. É um processo longo que, embora seja fácil de desistir, nos levará a um estado de bem-estar, felicidade e harmonia inigualáveis. 

Se há dois anos atrás me dissessem que eu estava a ver as coisas de forma distorcida, eu ria-me. Achava que tudo estava bem exatamente do jeito que estava e, depois de muito bater com a cabeça, percebi que estava completamente errada. Vivia numa ilusão pintada à minha maneira, mas muito longe da realidade. Eu não era feliz e hoje consigo reconhecer isso sem qualquer dificuldade. Eu culpava-me por coisa absurdas, inferioriza-me se fosse necessário e punha completamente de parte as minhas necessidades. 

Quando eu cheguei ao fundo do poço, percebi que estava a desperdiçar o que de mais valioso tenho: eu. As circunstâncias foram-me mostrando isso e eu decidi agir. Já tinha perdido demasiado tempo e energia com coisas pouco significativas e estava na hora de pensar em mim. Arregacei as mangas como nunca o tinha feito e incentivei-me a ser melhor a cada dia. Hoje eu sou grata por tudo, até pelas pequenas coisas que, muitas vezes, tomamos como adquiridas e esquecemos com facilidade. Sou rica por ter pessoas que se preocupam comigo. Sou uma privilegiada por poder estudar num curso que gosto. Enfim, sou feliz com muito pouco.

Por isso, se estão a enfrentar uma situação parecida, não desistam. Afastem-se das pessoas que vos fazem mal, das rotinas que não vos preenchem por completo e das músicas que vos deixam aborrecidos. Acordem com um sorriso e reconheçam sempre que são suficientes para tudo. Nem sempre vai ser fácil, mas contornem a situação com uma dose de boas energias. A vida melhora muito quando passamos a ver tudo pelo lado positivo. Façam disso uma rotina. 

4 comentários:

  1. Já passei por uma situação parecida e sei o quanto é difícil afastar-nos daquilo que nos faz mal. E é tão bom quando o fazemos e é pena não nos apercebermos logo disso.

    ResponderEliminar
  2. A vida nem sempre é fácil mas devemos lutar contra isso, mesmo nos dias mais difíceis.

    ResponderEliminar
  3. Que testemunho de coragem e de auto-estima incrível. Nunca é tarde para cuidarmos de nós e aprendermos a amar cada pedacinho que faz parte da nossa existência. E isso inclui, também, o nosso circulo, as nossas pessoas, os nossos lugares, as nossas aspirações.
    Um texto lindíssimo, Beatriz, e muito inspirador! Parabéns :)

    ResponderEliminar
  4. Um ótimo testemunho. Incrível mesmo! Gostei de ler, muito inspirador!

    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar

Anywhere © 2017
Design: Hello Manhattan